[ad_1]

O Palmeiras segue tendo dificuldades na janela de transferências do meio do ano. Ao tentar negociações com Aníbal Moreno, o clube esbarra em condições financeiras impostas pelo Racing-ARG e fica cada vez mais longe do jogador.

Conheça o canal do Nosso Palestra no Youtube! Clique aqui.
Siga o Nosso Palestra no 
Twitter e no Instagram / Ouça o NPCast!
Conheça e comente no Fórum do Nosso Palestra

Conforme apurado pelo NOSSO PALESTRA, o meia quer jogar no Verdão, mas desconfia que as conversas não sejam prolongadas, acreditando que um não acordo seja 95% mais provável que um fechamento. Assim, a grande esperança de Aníbal está em Abel Ferreira.

O português, que chegou a conversar com o atleta, insiste na contratação dele que, por sua vez, “aposta todas as fichas” nesse aval dado pelo treinador alviverde para que o Racing comece a considerar sua saída, diferente do Palmeiras, que já adota uma posição mais “fria”.

VEJA NO NOSSO PALESTRA
Ary Borges, ex-jogadora do Palmeiras, se emociona ao marcar três gols na estreia do Brasil na Copa

Ainda segundo soube o NP, ninguém da diretoria palmeirense viajou para a Argentina na intenção de destravar possíveis empecilhos da negociação até o último final de semana, sendo que havia essa expectativa por parte de pessoas próximas ao jogador.

Um tom pessimista entre todas as partes já está sendo adotado. Isso se dá pois o tempo é curto e o dinheiro pedido pelo clube de Avellaneda é alto, além da diretoria argentina estar irredutível neste quesito.

O Palmeiras fez uma proposta de US$ 7 milhões, mas a diretoria argentina pede pelo menos US$ 10 milhões. Há um desejo de que o valor seja de US$ 8 milhões (cerca de R$ 38 milhões, na atual cotação) limpos para os cofres do clube, com a operação completa na casa de 11 milhões de dólares (aproximadamente R$ 52 milhões) por conta das devidas taxas e impostos.

Vale lembrar que o volante não entrou em campo pelo Racing pela segunda partida consecutiva. O time argentino jogou contra San Martín e Central Córdoba, nos dias 19 e 24 de julho respectivamente, sem a presença de Aníbal. O motivo da ausência, segundo a equipe de Avellaneda, seria um estiramento muscular.



[ad_2]

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *