[ad_1]

O Rubro-Negro não competiu com o Coelho e por pouco não foi derrotado no Maracanã

23 jul
2023
– 07h05

(atualizado às 13h04)




Arrascaeta em ação no empate entre Flamengo e América-MG

Arrascaeta em ação no empate entre Flamengo e América-MG

Foto: Marcelo Cortes/Flamengo / Esporte News Mundo

Desligado, desatento e protocolar: esse foi o Flamengo durante a partida deste sábado, contra o América-MG, no Maracanã. O Rubro-Negro não competiu da mesma forma que o Coelho e, por pouco, não saiu derrotado na décima sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Victor Hugo, de cabeça, no fim do jogo, evitou um vexame maior.

Tirando os 20 minutos iniciais, o Flamengo praticamente não existiu em campo. Muitas das vezes assistiu o time mineiro jogar. A sensação é que a equipe de Sampaoli achava que a qualquer momento resolveria na qualidade técnica, mas o que aconteceu foi exatamente o contrário. O América não se intimidou e competiu muito dentro de um Maracanã com mais de 65 mil pessoas.

O nível de concentração, inclusive, parece ser muito maior em jogos das copas do que propriamente no Brasileirão. A indefinição de Everton Ribeiro e Wesley no início do segundo tempo, o drible displicente de David Luiz, e a saída de bola de Matheus Cunha com Victor Hugo de costas ilustram tal cenário.

Nos mata-matas, o time precisa performar no mais alto nível para decidir partidas eliminatórias. No Campeonato Brasileiro, a postura é relaxada, como se ainda tivesse margem para decidir mais na frente. A realidade, no entanto, é contrária. O Botafogo, que já é líder isolado, pode abrir 14 pontos do Rubro-Negro, isso com 22 rodadas pela frente.

O Brasileirão, na verdade, parece ser muito mais interessante para a torcida do que para os próprios jogadores. Apesar do sucesso recente na Copa do Brasil e na Libertadores, a torcida rubro-negra não esconde a insatisfação com a displicência no Campeonato Brasileiro, não à toa vaiou o time na saída de campo.

O Flamengo volta a campo na próxima quarta-feira (26), contra o Grêmio, às 21h30 (horário de Brasília), em Porto Alegre, pelo jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil.

[ad_2]

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *