[ad_1]

“O sindicato pode movimentar ação requerendo a rescisão indireta do contrato, o que liberaria o jogador para contratar com outro clube sem pagamento de indenização. Assim como no Brasil, os sindicatos franceses possuem a substituição processual para movimentar ações trabalhistas individuais e coletivas em nome dos trabalhadores atletas. Entretanto, como já ocorreu em casos semelhantes, antes ou após ação ajuizada, independente da sentença proferida pelo Magistrado, pode-se avençar um distrato para indenizar o PSG e que ao mesmo tempo se direcione algum valor para o atleta. Esse tipo de distrito não é incomum, principalmente por corporativismo entre alguns clubes, e como há interesses por dois portentosos clubes na contratação de Mbappé, é bem possível que este seja o desfecho do caso”, explica.

[ad_2]

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *